START Esposende em 1º lugar nos Prémios Autarquia do Ano 2022

Esposende conquista 4 prémios e 2 menções honrosas nos Prémios Autarquia do Ano 2022

O Município de Esposende foi distinguido nos Prémios Autarquia do Ano 2022, com quatro prémios e duas menções honrosas, reconhecendo o mérito e a qualidade de projetos municipais, que vão desde a Educação à área Social, passando pela Economia e Ambiente.

O evento é promovido pela Lisbon Awards Group, entidade responsável por vários prémios e conferências nos mais diversos sectores de atividade, e visa homenagear os municípios e freguesias que se destacam, nas mais variadas áreas, pelas suas práticas inovadoras e de gestão rigorosa do interesse público.

O Presidente da Câmara Municipal de Esposende, Benjamim Pereira, recebeu as distinções do Município, na gala de entrega de prémios que decorreu na noite de 8 de junho, em Lisboa. A avaliação dos projetos esteve a cargo de um reputado júri, constituído por personalidades de diferentes quadrantes, nomeadamente Ana Firmo Ferreira, Founder & CEO of Lisbon Awards Group; Gonçalo Saraiva Matias, Professor da Faculdade de Direito da Universidade Católica Portuguesa; Miguel Ribeiro Ferreira, CEO Fonte Viva; Patrícia Coelho, Marketing Director e International Product Development – Artsana Portugal; Paulo Padrão, Diretor Geral – ECO; Pedro Pimentel, Diretor Geral – Centro Marca; e Ricardo Nunes, Branded Content Director -GroupM.

Esposende foi o Município que arrecadou o maior número de prémios, tendo conquistado o 1.º Lugar com os projetos START Esposende, na Categoria Economia, Subcategoria Captação de Investimentos Estrangeiros; Esposende Smart City, na Categoria Cultura e Património, Subcategoria Artes Plásticas; E-Redes, na Categoria Ecologia e Cuidado dos Animais, Subcategoria Reciclagem; e Arboreto Municipal, na Categoria Urbanismo e Espaços Verdes, Subcategoria Boas Práticas de Sustentabilidade. Foi também distinguido com duas menções honrosas, designadamente pelo projeto Coro Sénior, na Categoria Apoio Social, Subcategoria Qualidade de Vida na Terceira Idade, e pelo Manual De Boas Práticas PIICIE (Plano Integrado e Inovador de Combate ao Insucesso Escolar) do Cávado, na Categoria Educação, Subcategoria Incentivos ao Sucesso Escolar.

O Presidente da Câmara Municipal de Esposende manifesta satisfação pelo reconhecimento destes projetos, em áreas tão distintas, considerando que “refletem a qualidade e a excelência destas apostas implementadas pelo Município, num contexto de um desenvolvimento sustentado, abrangente e harmonioso do território concelhio”, em linha com as metas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 da ONU. Benjamim Pereira realça que estes prémios vêm reforçar e legitimar a excelência do Município de Esposende enquanto destino para viver e trabalhar. “Continuaremos a trabalhar em prol do desenvolvimento e prosperidade do concelho de Esposende e da qualidade de vida da população”, afiança o autarca.

Assente nos pilares Sustentabilidade, Pessoas, Território e Arte, e tendo como grande propósito a qualidade de vida das populações, o projeto Esposende Smart City desenvolve-se em cinco eixos: Cidade Analítica, Cidade Resiliente, Cidade Preditiva, Cidade de Conhecimento e Educação e, ainda, Território Criativo, vetores que se relacionam intrinsecamente com o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas. A relevância e o alcance da “cidade inteligente” é materializada na aplicação da tecnologia em projetos estruturantes em áreas decisivas como ambiente, mobilidade, energia, cultura e património e reabilitação urbana.

O “E-REDES – Fomento ao uso de Redes Biodegradáveis como ferramenta de promoção da sustentabilidade: um estudo-piloto no Parque Natural do Litoral Norte” é um projeto promovido pelo Município de Esposende, em parceria com a empresa municipal Esposende Ambiente, a Universidade do Minho e a Associação de Defesa do Ambiente – Rio Neiva, que pretende contribuir para a mitigação da poluição marinha. Consiste no fornecimento de redes biodegradáveis à comunidade piscatória local, para avaliação do contributo desta iniciativa na redução da pesca-fantasma e na introdução de material plástico sintético no oceano.

Implementada pelo Município, a START Esposende apresenta-se como uma Incubadora de Empresas, potenciando o empreendedorismo. Enquanto Agência de Captação de Investimento apoia empresários que tencionem estabelecer-se no concelho, oferecendo um completo conjunto de serviços adequado às diferentes fases do processo de investimento. A par disto, são também disponibilizados espaços para quem pretenda trabalhar remotamente, sendo que, nos últimos meses, tem registado uma procura significativa por parte de vários trabalhadores remotos nacionais e mesmo estrangeiros.

O Arboreto Municipal de Esposende, situado na freguesia de Vila Chã, reúne uma coleção arbórea de 50 talhões com outras tantas espécies florestais autóctones, materializando as boas práticas florestais e ambientais que o Município preconiza. No âmbito do projeto Esposende Smart City dispõe de informação digital em formato QR Code para cada uma das espécies. O Arboreto Municipal traduz-se num impulso à floresta, criando uma coleção arbórea viva, demonstrativa do crescimento de diferentes espécies florestais, que se implantará ao longo dos anos e cujos resultados serão alcançados a médio/longo prazo.

O Coro Sénior de Esposende, iniciado em 2016, é um projeto com forte componente social e solidária, assente na promoção de relações de afeto e solidariedade, desenvolvido no âmbito do Ativo + l Programa de Envelhecimento Ativo, dinamizado pela Rede Social de Esposende, em articulação com todas as Instituições Particulares de Solidariedade Social do concelho com respostas sociais para a terceira idade e conta com a cooperação das Juntas de Freguesia. Assenta numa dinâmica em que coralistas e organizações, imbuídos de um espírito de compromisso e empenho, tem potenciado o enriquecimento do projeto com os seus contributos, saberes e vivências, fomentando uma longevidade bem-sucedida.

Por fim, o Manual de Boas Práticas PIICIE do Cávado – Projeto Rumo Ao Sucesso teve como elemento central a melhoria da qualidade do processo ensino-aprendizagem, contribuindo para uma maior equidade da educação, tendo envolvido cerca de quatro mil alunos do concelho de Esposende, desde a Educação Pré-Escolar ao Ensino Básico e Secundário.

Partilhar:

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email