Maze X procura startups que resolvam problemas sociais e ambientais

As candidaturas estão abertas até dia 21 de dezembro. Segue-se um programa de aceleração de quatro meses para as startups selecionadas.

Está aberto o período de candidaturas para o programa de aceleração de quatro meses promovido pela aceleradora europeia para startups de impacto Maze X. Com esta iniciativa, a Maze X propõe-se trabalhar com as dez startups selecionadas e tranformá-las em negócios do futuro.

Este programa de aceleração disponibiliza, aos empreendedores empenhados na resolução de problemas sociais e ambientais, acesso a capital, competências e network, bem como a oportunidade de testarem os seus produtos ou serviços com empresas parceiras que atuam como plataformas de teste, permitindo-lhes receber um valioso feedback dos clientes e do mercado.

Na sua última edição, que terminou em setembro de 2020, a Maze X trabalhou com startups de impacto de vários países que incluem soluções como reutilização de embalagens alimentares (Vytal), energia limpa (Eco Wave Power), pesca sustentável (Safety Net), inclusão digital de pessoas com dislexia (Omoguru), ou um equipamento médico que permite garantir uma radiação de precisão de tecidos cancerígenos e órgãos adjacentes (NU RISE), que está neste momento a implementar projetos piloto com o Hospital da Luz.

Um apoio feito à medida

O programa oferece um apoio customizado, na medida em que cada startup enfrenta desafios específicos à sua indústria e à fase de negócio em que se encontra. Tim Breker, cofundador da empresa Vytal​, explica que “o programa de aceleração da Maze X é especial não só pelo seu foco em impacto, mas sobretudo pela equipa sólida e inteligente sempre disponível para desafiar os nossos pressupostos a encontrar soluções customizadas a cada startup participante. A extensão da rede de contactos da Maze X é igualmente impressionante. A maior aprendizagem que tirei do programa foi clareza: procurar as soluções simples para desafios complexos como modelos financeiros e comunicação.”

Como resposta à pandemia, a equipa da Maze X transformou o programa numa experiência remota. “Esta pandemia forçou-nos a transitar para um programa online em muito pouco tempo. Sabíamos que tínhamos de desenhar um novo programa quase de raiz e fomos surpreendidos com a nossa capacidade de entregar muito mais valor aos nossos empreendedores do ponto de vista de network e crescimento” afirma Rita Casimiro, responsável de aceleração na Maze, entidade que promove a Maze X.

Concebida e iniciada pela Fundação Calouste Gulbenkian, Fundações Edmond de Rothschild e a Maze, tendo a PLMJ Sociedade de Advogados e o banco BNP Paribas como membros corporativos, são ainda parceiros da Maze X o Hospital da Luz Learning Health e Casa do Impacto.

Com mais de 90 startups de impacto aceleradas e um fundo de capital de risco, a Maze tem o objetivo de posicionar Portugal como um centro europeu de investimento de impacto e empreendedorismo de alto crescimento.

Saiba mais aqui.

Fonte: Gulbenkian

Partilhar:

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email

Apoiar.PT

Governo lança programa Apoiar.PT com 750M€ para setores mais afetados pela pandemia Taxa de financiamento 20% do

Ler mais...