Esposende no 6.º lugar do Rating Concelhio 2020 a nível nacional

Esposende ocupa, no universo dos 308 municípios portugueses, o 6.º lugar do Rating Concelhio 2020 da Marktest, posicionando-se também em lugares destacados em vários domínios.

Tendo por base indicadores baseados no dinamismo demográfico, económico e qualidade de vida de cada município, num universo de 39 variáveis, o Rating Concelhio coloca Esposende na sexta posição a nível nacional, ultrapassando não só pequenos e médios municípios, como outros de grande dimensão.

Os dados da Marktest sobre o dinamismo dos municípios posicionam Esposende em 33.º lugar em termos de taxa de crescimento natural e em 41º lugar no que se refere à densidade de empresas. O município surge igualmente destacado em termos de variação da população, ocupando a 37.ª posição no rating.

No rating do dinamismo demográfico, Esposende encontra-se no 31.º lugar e detém a 16.ª posição ao nível de Técnicos Especializados ou Pequenos Proprietários, suplantando alguns dos maiores municípios do Minho, surgindo no 20.º lugar em termos de Trabalhadores Qualificados. Já no que diz respeito ao rating do dinamismo económico, situa-se no 31.º lugar.

Os dados sobre os concelhos do território nacional estão disponíveis na plataforma Municípios Online, uma aplicação web desenvolvida pela Marktest, que tem como objetivo principal analisar as forças e fraquezas de cada município. Este site disponibiliza os indicadores estatísticos mais importantes para analisar as principais características de cada concelho e perceber o seu posicionamento no conjunto do país. Além disso, disponibiliza o Rating Concelhio, que permite dar uma notação a cada concelho em função de um conjunto de indicadores base, possibilitando assim identificar de imediato as áreas mais fortes de cada região, através dos ratings de Dinamismo Demográfico, Dinamismo Económico e Qualidade de Vida.

A análise da Marktest posiciona Esposende, no contexto dos municípios portugueses, em patamares bastante satisfatórios em termos gerais e em lugares elevados em determinadas áreas, atestando que se trata de um território dominante para viver e investir, bem como para conhecer e visitar. O desenvolvimento do concelho e o aumento da qualidade de vida norteiam os princípios orientadores da gestão municipal, a qual está também alinhada com o cumprimento das metas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 da ONU.

Partilhar:

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email