ClimateLaunchpad

ClimateLaunchpad abre candidaturas para a maior competição mundial de ideias de tecnologia limpa

Este ano, a organização da maior competição de ‘cleantech’ do mundo está a cargo da UPTEC – Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto – entidade parceira da START Esposende -, da LIPOR, da Smart Waste Portugal e do Pacto Português para os Plásticos.

O ClimateLaunchpad apoia ideias que tenham como objetivo reduzir o impacto negativo no ambiente. Ao concurso podem concorrer ideias de negócio cleantech – relacionadas com energias renováveis, eficiência energética, agricultura, água, transportes e economia circular, entre outros.

Este ano, a organização daquela que é considerada a maior competição de cleantech do mundo está a cargo da UPTEC – Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto, da LIPOR, da Smart Waste Portugal e do Pacto Português para os Plásticos.

Esta é a sexta edição da competição e, numa primeira fase, os projetos selecionados vão ter a oportunidade de participar num curso online desenvolvido pelo EIT Climate-KIC – Instituto Europeu da Inovação e Tecnologia.

Na segunda fase, serão escolhidas, no máximo, dez equipas que vão desenvolver a sua ideia de negócio num bootcamp intensivo de três dias com um formador certificado do Instituto Europeu da Inovação e Tecnologia.

Os três vencedores da final nacional, além da oportunidade de representar Portugal na final europeia, vão ter também acesso a uma incubação gratuita na UPTEC durante três meses e, ainda, a mil euros em formação na Ordem dos Engenheiros – Região Norte que é a entidade patrocinadora do ClimateLaunchpad em Portugal.

Os participantes serão, ainda, acompanhados por profissionais das entidades organizadoras do programa em Portugal que têm experiência em sustentabilidade ambiental e em economia circular. Além disso, as equipas vão receber apoio para desenvolverem o pitch da sua ideia de negócio, que será avaliado por um painel de especialistas na final nacional, que será agendada para finais de outubro.

A competição existe desde 2014 e já se candidataram quase 10 mil ideias de negócio, segundo a UPTEC. Em 2018, o grande vencedor da final internacional foi o projeto português Eco2Blocks.

Em 2020, o programa decorreu em formato digital, foram submetidos três mil projetos à escala mundial, tendo sido selecionadas 679 equipas para participar nos mais de 270 bootcamps organizados em 56 países. Esta competição já apoiou quase 50 equipas e recebeu mais de 90 candidaturas, em Portugal.

As candidaturas para ideias portuguesas estão abertas até ao dia 16 de maio.

Fonte: JornalismoPortoNet

Partilhar:

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email