Academy for Women Entrepreneurs

A iniciativa oferece às mulheres empreendedoras o conhecimento, as redes e o acesso a financiamento que precisam para lançar e escalar negócios de sucesso.

.

A segunda edição da Academy for Women Entrepreneurs (AWE) volta a Portugal através da Embaixada dos Estados Unidos da América (EUA) em Portugal. Em parceria com o Impact Hub Lisbon e a Connect2Global, a AWE tem como objetivo promover o empreendedorismo feminino e dar as ferramentas necessárias para que mais mulheres possam alavancar e tornar os seus negócios um sucesso. As inscrições estão abertas até 4 de maio.

.

“Programas como o AWE são de total relevância nos dias de hoje, porque visa dar continuidade ao compromisso de contribuir para o aumento da taxa do empreendedorismo feminino de cariz disruptivo e inovador, contribuindo assim para a redução da disparidade salarial das mulheres face aos homens”, refere Francesco Rocca, managing director do Impact Hub Lisbon, em comunicado.

A iniciativa, que oferece às mulheres empreendedoras o conhecimento, as redes e o acesso a financiamento que precisam para lançar e escalar negócios de sucesso, está direcionada especificamente para residentes em Portugal. As candidatas devem ter um projeto de empreendedorismo há, pelo menos, dois anos. Serão privilegiados projetos com foco no impacto socio-ambiental e de grupos sub-representados.

A AWE usa um modelo híbrido que combina a plataforma online DreamBuilder com um bootcamp presencial em Lisboa nos dias 3 e 4 de junho. O programa oferece formação em empreendedorismo, sessões semanais de acompanhamento em grupo, talks inspiracionais com líderes femininas e mentoria com especialistas.

O programa termina com uma sessão final de apresentação de projeto, com a presença de vários especialistas nacionais do ecossistema de empreendedorismo. Além de um prémio para os projetos finalistas, este ano a AWE oferece também a possibilidade às participantes selecionadas de ter acesso a uma experiência profissional nos Estados Unidos de América, em parceria com a organização Connect2Global.

Na edição de 2021, o programa teve mais de 400 inscrições e formou 45 empreendedoras, entre as quais as três finalistas, que receberam 30.000 dólares de seed funding. A iniciativa, presente em mais de 80 países, demonstrou que 74% das mulheres que concluem o programa da AWE aumentam os seus rendimentos e 29% contratam mais funcionários.

“Ao dar às mulheres as ferramentas e a confiança de que precisam, o programa AWE está aumentando as receitas das empresas lideradas por mulheres, impulsionando a prosperidade local em mais de 80 países em todo o mundo”, afirma Ana Có, gestora do projeto no Impact Hub Lisbon.

Mais informações aqui.

Fonte: Eco.sapo

Partilhar:

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email

Call Turismo

A Portugal Ventures tem como objetivo investir entre 200 mil euros e até ao máximo de 1 milhão de euros em

Ler mais...